O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa. Quando nasce mede cerca de 2,5 mm de comprimento. Durante 42 dias alimenta-se sem parar, de folhas de amoreira e sofre quatro metamorfoses.
Quando atinge o tamanho de 5cm, começa então a tecer um casulo branco e brilhante, composto por um único fio. Com um movimento geométrico infinito, em torno de seu próprio corpo, após três dias de trabalho, estará envolta em um casulo confeccionado por um fio de aproximadamente 1200 metros. Se for deixada em paz... Em 12 dias se transformará numa borboleta.
Com esses fios, há quase três décadas, ando tecendo a minha história. Por um desejo simples, desprovido de maiores intenções, eis aqui um espaço onde me proponho a compartilhar minha trajetória e falar livremente sobre todo tipo de arte, incluindo a arte de viver.
Bem-vindos ao meu mundo, onde nem tudo é sempre colorido, transparente, leve, mas que guarda em si, todas essas possibilidades...

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Plantão da Madrugada

O jornalista e o assistente


Hoje a Universidade Federal Fluminense fará a colação de grau das turmas de jornalismo 2009.
Cada formando (suponho) tem uma historia e uma mãe. Eu sou a mãe que tem um filho formando.
Mas essa historia aconteceu de traz pra frente. Ele começou o curso em Recife mas na metade precisou de uma vaga em Niterói e não havia. Enquanto esperava foi estagiar num jornal, sua grande escola e seu primeiro emprego, apesar de que seu salário mal dava pra manter a alma e o corpo unidos. Depois foi recebendo novas oportunidades em outros jornais e se tornou o "estagiário" mais caro do país... Em seis anos escreveu um currículo prá lá de respeitável. Uma vasta e rica trajetória como repórter e como assessor de imprensa. No meio do caminho conseguiu a vaga para continuar o curso. No fim, as leis mudaram e o diploma passou a não ser obrigatório mas mesmo assim ele conseguiu defender sua tese brilhantemente e concluiu. Hoje as 18:00 hs estará dentro da beca.
Eu não estarei lá porque combinamos que diante do caminho ja percorrido isto não passa de mera formalidade, o que não justifica imensos sacrifícios. Racionalmente eu concordo. Mas que faço eu comigo se sou feita de emoção? E ele, será que na hora não sentirá minha falta?
Por via das dúvidas, deixo-lhe aqui um recado:
Possa a estrada sempre se abrir larga à sua frente. Possa o vento soprar forte às suas costas. Possa o sol bater quente em seu rosto e até que eu possa lhe abraçar novamente, possa Deus guarda-lo carinhosamente na palma de Sua mão.
Dentre todas as pessoas que aplaudem você, eu sempre serei aquela em pé na primeira fila.
Amor absoluto
Mamãe


4 comentários:

Marta Moniz disse...

Lindo!!

Ana Paula disse...

Caramba, derramei-me em lágrimas. Parabésn para o moço e sua mãe. E tudo tudo tudo de bom.

princesa mariah disse...

oi ,tudo bem?adorei teu comentario,eu tbm sei oq é esse amor incondicional ,sou uma mãe que é metade amor e a outra metade também!
ja tem uma fã incondional ,viu?
bjus e parabéns

Gis disse...

Parabéns, mamãe linda! Parabéns para o filhote. Tudo muito emocionante. Bjinhos.