O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa. Quando nasce mede cerca de 2,5 mm de comprimento. Durante 42 dias alimenta-se sem parar, de folhas de amoreira e sofre quatro metamorfoses.
Quando atinge o tamanho de 5cm, começa então a tecer um casulo branco e brilhante, composto por um único fio. Com um movimento geométrico infinito, em torno de seu próprio corpo, após três dias de trabalho, estará envolta em um casulo confeccionado por um fio de aproximadamente 1200 metros. Se for deixada em paz... Em 12 dias se transformará numa borboleta.
Com esses fios, há quase três décadas, ando tecendo a minha história. Por um desejo simples, desprovido de maiores intenções, eis aqui um espaço onde me proponho a compartilhar minha trajetória e falar livremente sobre todo tipo de arte, incluindo a arte de viver.
Bem-vindos ao meu mundo, onde nem tudo é sempre colorido, transparente, leve, mas que guarda em si, todas essas possibilidades...

terça-feira, 30 de setembro de 2008

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Assombro

Um monstro silenciosamente arrasador, tomou conta do ventre de minha mãe...
Não há poesia nesta sexta-feira
Perdoem-me!

domingo, 21 de setembro de 2008

Hoje é dia da Árvore

http://www.bahaipictures.com/

A árvore


"De um galhinho a toa, que não se sabe de onde veio e o que é nem pra que serve. Que vai dia após dia engrossando seu tronco e se esticando em outros galhos, que vai subindo, subindo como se pretendesse chegar no céu e alcançar o sol, pra nossa surpresa um dia aparece majestosamente uma árvore
É no fresquinho da tua sombra, no docinho da tua fruta agora posso entender pra que serves.
Vieste de uma mão maior do que a minha. Vieste de um ser maior que todas as árvores e maior que todos os homens mas vieste para os homens.
Árvore amiga, tu és tudo. És o alimento, és a sombra, és o leito, és a mesa, és o fogo, és o perfume, és minha aventura em teus galhos és a cruz. És hospitaleira com os passarinhos, és bondade pura pois muitas vezes se transforma em berço para muitos menininhos. Eu te agradeço Deus por ter me dado as árvores,
Eu te agradeço árvore por tudo o que tu me das e te digo: quando por ventura ou por justiça eu tiver que cortar uma, eu te prometo plantar duas."
Fim

Este texto, de André Kano, um jornalista apaixonado, comprometido, perfeccionista, foi escrito bem no início de sua carreira, quando ele tinha ainda nove anos de idade. Está aqui publicado sem a sua autorização. Sei que corro o risco de ser processada mas confio que a lembrança da mochila Redley, do cheirinho dos cadernos novos, da sua primeira Pentel, do pão com pollenguinho na lancheira, das velas acendidas no vestibular e do seu primeiro estágio no Fluminense, cuja remuneração nem dava pra manter a alma e o corpo unidos... sejam argumentos para que ele retire a queixa.
Feliz primavera para todos nós! Especialmente para aqueles que são capazes de olhar para uma semente e enxergar um jardim.
.


sábado, 20 de setembro de 2008

Tempo de agradecer


"Para entender o valor de um segundo, pergunte a alguém que ficou com a medalha de prata nas olimpíadas.
Para entender o valor de um minuto, pergunte a alguém que perdeu o avião.
Para entender o valor de uma hora, pergunte aos apaixonados que estão a espera do momento do encontro.

Para entender o valor de um dia, pergunte a alguém que espera pela cesta básica.
Para entender o valor de uma semana, pergunte ao editor de uma revista semanal.
Para entender o valor de um mês, pergunte a uma mãe que teve um filho prematuro".

Quando meu bebezinho, tão frágil, veio aos meus braços, apertei-o contra meu peito sem saber se estaria comigo por horas, dias, semanas, meses... Implorei à Deus que não o levasse e assim ele foi ficando... ele a cada dia mais forte eu a cada dia mais agradecida. Hoje, no dia em que completamos 24 anos de amorosa convivência e por tudo e por quanto aquele menino se tornou... já não sei dizer se ele sobreviveu porque Deus atendeu as preces de uma mãe desesperada ou porque precisava Deus, de mais um Homem de boa vontade na Terra...
Amor e gratidão,
Mamãe


PS: Que me perdoem meus leitores, por seguidamente tomar este espaço com manifestações de uma mãe apaixonada, mas na verdade, antes de mais nada, é exatamente isso que eu sou.





sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Sagrado em mim


Bem-aventurado é o lugar, a casa e o coração, e bem-aventurada a cidade, a montanha, o refúgio, a caverna e o vale, a terra e o mar, o prado e a ilha, onde se haja feito menção de Deus e celebrado seu louvor.
-Bahá'u'lláh-
.


quinta-feira, 18 de setembro de 2008

O meu doce predileto...



Recebi isto:

"Se não existissem os homens, não saberíamos a violência e o planeta seria habitado por uma população de mulheres gordas e felizes"

Pode ser...mas quanto a mim, prefiro continuar lutando contra a violência e mantendo a dieta.

sábado, 13 de setembro de 2008

Porque chove...

Piano e viola- Taiguara
Olhando o dia de chuva
Vi que mais triste era eu
Sem estrela e sem lua
Te procurava no céu
Fiz do piano a viola
Fiz de mim mesmo o amigo
Fiz da verdade uma estória
Fiz do meu som meu abrigo
Quem canta fala consigo
Quem faz o amor nunca quer ferir
Quem não fere vive tranqüilo
Vê muita gente sorrir
E quem não tiver do seu lado
A quem ama e quer ver feliz
Não diga que não se importa
Diga só o que o amor lhe diz
Essa mentira é uma espuma
Que se desmancha no ar
E deixa n'água um espelho
Pra você se ver chorar
Sorriso bom, só de dentro
Ninguém é bom sendo o que não é
Eu, pra ser feliz com mentira
Melhor que eu chore com fé


.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

É...pois é...!

Um rapaz na estação do metrô, vestindo jeans, camiseta e boné, encosta-se próximo à entrada, tira o violino da caixa e começa a tocar com entusiasmo para a multidão que passa por ali, bem na hora do rush matinal. Durante os 45 minutos que tocou, foi praticamente ignorado pelos passantes, ninguém sabia, mas o músico era Joshua Bell, um dos maiores violinistas do mundo, executando peças musicais consagradas num instrumento raríssimo, um Stradivarius de 1713, estimado em mais de 3 milhões de dólares. Alguns dias antes Bell havia tocado no Symphony Hall de Boston, onde os melhores lugares custam a bagatela de 1000 dólares. A experiência, gravada em vídeo, mostra homens e mulheres de andar ligeiro, copo de café na mão, celular no ouvido, crachá balançando no pescoço, indiferentes ao som do violino. A iniciativa realizada pelo jornal The Washington Post era a de lançar um debate sobre valor, contexto e arte. A conclusão: estamos acostumados a dar valor às coisas quando estão num contexto. Bell era uma obra de arte sem moldura. Um artefato de luxo sem etiqueta de grife. Somente uma mulher reconheceu a música...
O vídeo da apresentação no metrô está no YouTube: http://www.youtube.com/watch?v=hnOPu0_YWhw
É...
Pois é...!
.

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Olha o Bicho-da-Seda aí gente!

Escrever é uma forma de falar sem ser interrompido. Escrever num blog é uma forma de falar sem ser interrompido, para alguém que quer ouvir. Meus amigos e conhecidos, por uma razão ou por outra, aturam o que tenho pra dizer mas meus leitores aturam só porque querem. Esse é o encanto de escrever para um blog o que em tao pouco tempo, tornou-se algo indispensável em minha vida.
Hoje fui surpreendida com o Selo Dardos e me sinto muito gratificada pela indicaçao da Rosane Queiroz do blog Miojo, que é uma blogueira de marca, para dizer o mínimo...
Valeu Rô, como valeu!
O significado do prêmio:
“Reconhecer os valores que cada blogueiro mostra a cada dia, seu empenho por transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais etc. Em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras…”.
E o prêmio tem três condições:
*Aceitar exibir a imagem do prêmio*
Linkar o blog do qual recebeu a indicação*
Escolher 15 blogs para entregar o Prêmio Dardos.
Os meus escolhidos com muito carinho são:

Senhora do sul
Pausa do Tempo
Lugares Comuns
Pensar Enlouquece, Pense Nisso
Miojo
Garotas de Segunda
Second life
Na Contra mão do Pelo Contrário
Caixa de Gis
Um Divã na Cozinha
Nós, Mulheres
Alex Periscinoto
Lu Fuoco
É isso... bacana mesmo!


.



Variações do mesmo tema



Ouvir sem julgar
Ver sem olhar
Sentir sem pensar
apenas Ouvir Ver Sentir
.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

A véspera da borboleta


"...É preciso suportar algumas larvas se quisermos conhecer as borboletas. Dizem que são tão belas..."

Antoine de Saint Exupéry
.

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Se eu pudesse...



Se eu pudesse, eu o protegeria da tristeza que se instalou em seu olhar
Eu lhe daria ferramentas e coragem para ultrapassar esses tempos de seca
Eu lhe daria a força que tenho para levantar e recomeçar
Sim! Eu o faria se eu pudesse
Se eu pudesse,
Eu renunciaria a vida que tenho, para que a dor do abandono nunca lhe encontrasse
Eu sei que eu não poderia mudar sua história, nem cruzar as pontes que são suas, nem chorar as lágrimas do seu coração
Mas eu o faria se eu pudesse
Entretanto,
Eu renunciaria a todas as minhas vidas, por todos os mundos de Deus
Para que você pudesse compreender que:


Quando o Amor se instala em nosso coração
A gente segue as cegas por uma estrada
Sem saber onde vai dar
E caminha tropeça e cai
Cansa descansa e levanta
Insiste persiste e prossegue
E consegue canta e dança
Mas de novo chora ora implora
Desespera pede e espera
E corrige aprende e ensina
E então ...
Num belo dia se dá conta
Que no passo a passo dessa estrada
Andou construindo sua alma.
Essa vida é só uma estrada e você só vai chegar onde o seu amor puder.
Amor Absoluto,
Mamãe
.

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Saudade




Hoje, por uma razão, acordei sentindo saudade. Desejei escrever um bom texto ou encontrar as cores exatas dessa palavra porém nesta manhã, tudo a minha volta falha. Dizer o que, se tudo já foi dito:

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
É recusar um presente que nos machuca,
É não ver o futuro que nos convida...Pablo Neruda


Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue. Adriana Falcão

Também temos saudade do que não existiu, e dói bastante. Carlos Drummond de Andrade

Saudade é um dos sentimentos mais urgentes que existem. Clarice Lispector

Que saudade é o pior tormento, é pior do que o esquecimento, é pior do que se entrevar... Chico Buarque

Se tudo na vida tem seu preço
Quanto vale matar uma grande saudade
Sem prazo de validade...
Sem meio, fim, nem começo? Bruno Bezerra


Saudade é melhor do que caminhar vazio. Peninha


Reconstituição:
Tive de repente saudade da bebida que eu estava bebendo...tive saudade e tentei me lembrar que gosto faltava, qual era a bebida...Fui procurando entre copos e móveis e dei com sua boca. A saudade era dela A bebida era o beijo. Elisa Lucinda


A saudade é um filme sem cor que meu coração quer ver colorido. Zeca Baleiro


Conservar algo que possa recordar-te seria admitir que eu pudesse esquecer-te. William Shakespeare


Eu amo tudo o que foi
Tudo o que já não é
A dor que já não me dói
A antiga e errônea fé
O ontem que a dor deixou
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje é já outro dia.


Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Leonardo da Vinci


Embora o corpo se mova, a alma, às vezes, fica para trás. Shikibu Murasaki



E pintar como? Se pintar a saudade é mentir, porque quando ela aparece, as cores desaparecem. Saudade é incolor.
Resto-me aqui, prostrada entre as minhas tintas e as letras desse teclado.
Mas afinal...palavras ou cores para quem? Para que?
Se o que ha em mim já foi mostrado na simples transparência dos meus olhos?
Deixo então, meu olhar. Não o que tenho agora assim ceguinho...salgado... mas o que tive noutro dia, quando uma câmera me capturou plena de amor.
Qualquer dia... a gente se encontra. Na terra ou no céu ou em qualquer coisa bela que entre eles exista...
Um beijo meu.

Em tempo: Saudade é uma palavra que chegou de caravela, hoje, exatamente hoje...ela está em mim...eu estou nela... Ita Andrade


terça-feira, 2 de setembro de 2008

Contrastes

Instalação- seda e pedra sabão

Concretude e Transparência.

Nunca deixará de ser espantoso, como uma coisa tão leve

que se chama esperança, é capaz de encher uma alma.


segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Noite

Pintura sobre seda, seda pintada sobre textura
Quando a noite é mais escura é que começa a nascer o dia...
Bom dia!
.