O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa. Quando nasce mede cerca de 2,5 mm de comprimento. Durante 42 dias alimenta-se sem parar, de folhas de amoreira e sofre quatro metamorfoses.
Quando atinge o tamanho de 5cm, começa então a tecer um casulo branco e brilhante, composto por um único fio. Com um movimento geométrico infinito, em torno de seu próprio corpo, após três dias de trabalho, estará envolta em um casulo confeccionado por um fio de aproximadamente 1200 metros. Se for deixada em paz... Em 12 dias se transformará numa borboleta.
Com esses fios, há quase três décadas, ando tecendo a minha história. Por um desejo simples, desprovido de maiores intenções, eis aqui um espaço onde me proponho a compartilhar minha trajetória e falar livremente sobre todo tipo de arte, incluindo a arte de viver.
Bem-vindos ao meu mundo, onde nem tudo é sempre colorido, transparente, leve, mas que guarda em si, todas essas possibilidades...

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Noite

Pintura sobre seda, seda pintada sobre textura
Quando a noite é mais escura é que começa a nascer o dia...
Bom dia!
.

4 comentários:

Véia da Teia disse...

22:07 hs
bom dia pra ti tb! confesso-me um tantinho quieta e cansada por esses dia, por isso serei breve mas verdadeira:
andei pelo teu blog todo agora pouco, como não tinha feito ainda, e confesso:
Amei toda arte que a nele! delicadas pintura em sedas mais delicadas ainda... amei amei amei.

Ita Andrade disse...

"Veia"! Obrigada por seu tempo percorrendo minhas cores e meus amores. Vindo de vc é um estímulo e tanto!
Obrigada, muito obrigada!
Carinho, muito carinho!

Monica Loureiro disse...

Ita, hoje me deliciei de novo com a "música/poesia/texto" que voce colocou no seu Blog, de Facundo Cabral...
Onde posso aprender mais sobre ele ?

Carlos Ivan disse...

Palavras muito bem escolhidas sobre saudade, com o bom gosto que lhe é peculiar. Me fez pensar também sobre esse sentimento. Passear pelo seu blog é aprender cada dia uma nova lição. Um beijo e um queijo. ;)