O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa. Quando nasce mede cerca de 2,5 mm de comprimento. Durante 42 dias alimenta-se sem parar, de folhas de amoreira e sofre quatro metamorfoses.
Quando atinge o tamanho de 5cm, começa então a tecer um casulo branco e brilhante, composto por um único fio. Com um movimento geométrico infinito, em torno de seu próprio corpo, após três dias de trabalho, estará envolta em um casulo confeccionado por um fio de aproximadamente 1200 metros. Se for deixada em paz... Em 12 dias se transformará numa borboleta.
Com esses fios, há quase três décadas, ando tecendo a minha história. Por um desejo simples, desprovido de maiores intenções, eis aqui um espaço onde me proponho a compartilhar minha trajetória e falar livremente sobre todo tipo de arte, incluindo a arte de viver.
Bem-vindos ao meu mundo, onde nem tudo é sempre colorido, transparente, leve, mas que guarda em si, todas essas possibilidades...

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Esta é, em toda a minha carreira, a minha primeira exposição coletiva. E me sinto muito bem acompanhada com as 14 mulheres de Paraty. Só obra de arte mesmo! Uma expressão de peso que me faz sentir orgulho por estar participando. Foi uma festa linda. Uma reunião de mulheres de dois amores: A arte e a cidade de Paraty. Dois fatores que conferem além de uma profissão e um endereço, um estilo de vida em comum.
A mostra fica aberta ao público até 12 de janeiro.



 

Taí eu com minha "Mãe Terra" Escultura em massa de papel e pó de madeira com seda sulcada. 1 metro de diâmetro. Este é atualmente o meu trabalho de arte mais maduro, autêntico, sincero. A estrada é longa ainda, porém segura. Eu acredito nisso.

 
Posted by Picasa


Aqui um Panô: "Festança" seda pintada- 1.40cm x 2.40cm de alegria colorida. Eu gosto de oferecer essa opção, uma seda solta que se presta a qualquer finalidade. Tive uma cliente que adquiriu uma seda que hora se enrolava nela e aparecia numa festa, hora pendurava na sala de estar. Por aí...!

 


Detalhe de "Festança"

10 comentários:

vida cotidiana disse...

Lindos trabalhos, você é uma artista maravilhosa, fiquei fã dos seus trabalhos, só de visitar o blog. Parabéns você merece estar em uma exposição desse peso, bjs

Calabresa disse...

Vc advinhou meu pensamento. Já ia pedir pra vc colocar fotos das sedas. Adorei!
Bota mais...
Abração!

a Véia da Teia disse...

hummmmm.... tô aqui curtindo como se estivesse ai!

Carolina Lopes da Silva disse...

Oi Ita, parabéns pela exposição, os trabalhos estão lindos, pessoalmente devem ser mais! A última vez que estive em Paraty ainda era criança, não lembro de muitas coisas dessa época, a memória é meio confusa, mas sabe que de Paraty sempre guardei uma recordação muito boa!

Fabio Fernandes disse...

Ai que inveja boa.. ;)

Nada mais pra dizer além de:

PARABÉNS!

Orgulho é o saber do que deu certo por nossas mãos..

Bjokas.

Valéria Martins disse...

Oi, Ita. Que lindo! São mandalas.
Quem sabe, eu vou a Paraty nesse fim de ano, e irei ver a exposição. Aonde fica? Bjs

Pablo Lima disse...

excelente trabalho!
parabéns!

milve-sonhador disse...

Elogiar seu trabalho é desnecessário, está aí, todo a prova.
Parabéns pela conquista

Um Beijão

Milve

Ita Andrade disse...

É maravilhoso tambem ter amigos para compartilhar essas alegrias. Aliás, eu penso que os verdadeiros amigos são aqueles que antes de chorar as nossas dores, vibram com nosso contentamento. Quem socorre pode ser generoso porém está tendo algum ganho... mas que se alegra sinceramente com nossa alegria o único ganho que tem é a alegria em si.
Portanto, muito obrigada!

Marisa Pimenta disse...

olá Ita, amei as suas obras e meus parabéns por ser esta mulher de Paraty. Adoraria ser tb, infelizmente sou mesmo carioca!!!
Vou fazer o possível p ir aí no início de janeiro e poder ver a expo. Não fui este mês por causa da chuva e da estrada. Apareça. Bjks