O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa. Quando nasce mede cerca de 2,5 mm de comprimento. Durante 42 dias alimenta-se sem parar, de folhas de amoreira e sofre quatro metamorfoses.
Quando atinge o tamanho de 5cm, começa então a tecer um casulo branco e brilhante, composto por um único fio. Com um movimento geométrico infinito, em torno de seu próprio corpo, após três dias de trabalho, estará envolta em um casulo confeccionado por um fio de aproximadamente 1200 metros. Se for deixada em paz... Em 12 dias se transformará numa borboleta.
Com esses fios, há quase três décadas, ando tecendo a minha história. Por um desejo simples, desprovido de maiores intenções, eis aqui um espaço onde me proponho a compartilhar minha trajetória e falar livremente sobre todo tipo de arte, incluindo a arte de viver.
Bem-vindos ao meu mundo, onde nem tudo é sempre colorido, transparente, leve, mas que guarda em si, todas essas possibilidades...

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Mostrando serviço


Bem, pode parecer irrelevante e quase desrespeitoso com meus leitores, abrir um post com a imagem dos meus próprios pés. Porém não me interpretem depressa demais, eu explico:
Abandonei este blog por vários dias para cuidar de mim. Neste tempo, passaram por aqui tantas visitas que encontrei a cesta de beijinhos quase vazia. Creio que tenho obrigação de mostrar o serviço, a começar pelos pés, o que foi minha primeira providência. Meus pés são o primeiro indício de que as coisas andam mal, quando andam mal. Acho que os pés (tanto quanto as mãos) revelam muito sobre uma pessoa e no meu caso, contam tudo... Sem cabimento? Você conhece uma mulher bem sucedida, bem amada, bem resolvida e feliz que esteja com os pés maltratados? Eu não! E mesmo que eles estejam escondidos dentro dos sapatos... eu sempre sei como eles estão...
Dá pra pensar um pouco, não dá?
A partir de hoje vou mostrando as cores que surgiram depois que "arrumei a casa"
Desejo uma semana maravilhosa, onde algo novo e bom possa acontecer.

6 comentários:

vida cotidiana disse...

Pés são a base, base de tudo, que nos sustentam, que nos deixam caminhar, nos levando para todos os lugares e criando possibilidades. Bjs sempre é bom se cuidar.

a Véia da Teia disse...

....menos um item na nossa lista então!
fiz pé, mão, e uia...cortei a juba!
a bolsa? nos finalmentes e já tá sendo disputada!

Ita Andrade disse...

Pópará!!!Diz pra essa gente aí que o fim da fila é mais atras. To louca pra ver...Ai Ai Ai

Calabresa disse...

É isso aí!
Bom te ver de volta.
Abração!

Ita Andrade disse...

Oi Adriana!
Que te passa que o seu blog ta empacado de novo menina?
Tambem sinto falta
Beijinho

Simonetta disse...

adorei!
amo andar descalça
e como você sempre sei como estão meus pés, mesmo quando escondidos...rs
muito bom!