O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa. Quando nasce mede cerca de 2,5 mm de comprimento. Durante 42 dias alimenta-se sem parar, de folhas de amoreira e sofre quatro metamorfoses.
Quando atinge o tamanho de 5cm, começa então a tecer um casulo branco e brilhante, composto por um único fio. Com um movimento geométrico infinito, em torno de seu próprio corpo, após três dias de trabalho, estará envolta em um casulo confeccionado por um fio de aproximadamente 1200 metros. Se for deixada em paz... Em 12 dias se transformará numa borboleta.
Com esses fios, há quase três décadas, ando tecendo a minha história. Por um desejo simples, desprovido de maiores intenções, eis aqui um espaço onde me proponho a compartilhar minha trajetória e falar livremente sobre todo tipo de arte, incluindo a arte de viver.
Bem-vindos ao meu mundo, onde nem tudo é sempre colorido, transparente, leve, mas que guarda em si, todas essas possibilidades...

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Klimt e Rumi


Saberias preparar um remédio,
Feito da matéria do encontro
E dá-lo ao ferido que te entregou olhos e coração?
Atenta para as sutilezas que não se dão em palavras.
Compreende o que não se deixa capturar pelo entendimento.
Caso precise, toma emprestada uma alma e um par de olhos,
Caso também não os tenha.
Já falaste de amor em demasia.
Agora torna-te amante,
Ama!


Um comentário:

milve disse...

Tu andas pegando forte em menina!
Isto deixa a gente com pulga no pé da orelha, não dá nem para filosofar, só vale se sentir mesmo...
Abraços, Adororo sua objetividade.