O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa. Quando nasce mede cerca de 2,5 mm de comprimento. Durante 42 dias alimenta-se sem parar, de folhas de amoreira e sofre quatro metamorfoses.
Quando atinge o tamanho de 5cm, começa então a tecer um casulo branco e brilhante, composto por um único fio. Com um movimento geométrico infinito, em torno de seu próprio corpo, após três dias de trabalho, estará envolta em um casulo confeccionado por um fio de aproximadamente 1200 metros. Se for deixada em paz... Em 12 dias se transformará numa borboleta.
Com esses fios, há quase três décadas, ando tecendo a minha história. Por um desejo simples, desprovido de maiores intenções, eis aqui um espaço onde me proponho a compartilhar minha trajetória e falar livremente sobre todo tipo de arte, incluindo a arte de viver.
Bem-vindos ao meu mundo, onde nem tudo é sempre colorido, transparente, leve, mas que guarda em si, todas essas possibilidades...

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Poeminha


Quando distante se põe o sol
Põe-se a suspirar o girasol




Quando aparece a lua formosa
Põe-se a suspirar a rosa



Quando das nuvens chove a vida
Põe-se a suspirar a margarida



E mesmo quando tudo está sem jeito
Põe-se a suspirar o amor-perfeito



É que as flores sempre lembram

Das coisas que a gente esquece


O menino que escreveu este poema, hoje é um homem, e dos bons!
Ou será que ele ja era um homem dos bons, quando escreveu este poema?
Bem... deixo aqui todas essas flores, para todos os meninos e meninas que passarem por aqui, nesta abençoada, ensolarada e inusitada terça-feira.



3 comentários:

Anita Miguel disse...

Acho que homens que escrevem essas coisas já nascem prontos!

e por falar em flores,coloquei tuas rosas brancas em vários minicopos, todos juntos
deu um efeito bacana
mauricio diz que parecem chantily!

preciso fotografar!

besitos, RÔ

Ita Andrade disse...

Ai que delicia esse chantily, queria ver mesmo, manda a foto pra mim e te conto um segredo...No momento estou mais para rosas vermelhas...
Besitos, muchos!

romano disse...

Penso que conheço esse poeta e jornalista...se estiver certo, manda o email dele pra mim e se for o poeta caçula, manda tambem.
Beijo pra ti, guria fresca que não me liga.