O bicho-da-seda é a larva de uma mariposa. Quando nasce mede cerca de 2,5 mm de comprimento. Durante 42 dias alimenta-se sem parar, de folhas de amoreira e sofre quatro metamorfoses.
Quando atinge o tamanho de 5cm, começa então a tecer um casulo branco e brilhante, composto por um único fio. Com um movimento geométrico infinito, em torno de seu próprio corpo, após três dias de trabalho, estará envolta em um casulo confeccionado por um fio de aproximadamente 1200 metros. Se for deixada em paz... Em 12 dias se transformará numa borboleta.
Com esses fios, há quase três décadas, ando tecendo a minha história. Por um desejo simples, desprovido de maiores intenções, eis aqui um espaço onde me proponho a compartilhar minha trajetória e falar livremente sobre todo tipo de arte, incluindo a arte de viver.
Bem-vindos ao meu mundo, onde nem tudo é sempre colorido, transparente, leve, mas que guarda em si, todas essas possibilidades...

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Quanto tempo?

Se há uma pergunta que nenhum artista suporta e da qual nenhum artista escapa é esta:
"Quanto tempo você levou para executar essa obra?"
Como se o valor de uma obra de arte estivesse condicionado ao tempo de execução.
No princípio eu respondia constrangida que levei 30 dias. A decepção era clara. Para justificar o valor, gostariam de saber que passei um ano da minha vida debruçada sobre aquele pedaço de seda.
Depois aprendi a apenas sorrir, um sorriso de Mona Lisa que ate hoje ninguém entendeu.
Atualmente, consigo bancar uma resposta sincera e que satisfaz a toda a gente:
"Levei 30 anos para conseguir pintar esta rosa, em exatos cinco minutos."

Um comentário:

milve disse...

Parabéns minha amiga, realmente é lamentável que poucos aplaudem o valor de algo, por sua qualidade ou inspiração, colocam o tempo como fundamento do valor, não entendendo que o tempo está relacionado com a experiência e capacidade de quem executa.